ANO 5 - NÚMERO 54 - JANEIRO/2012
COLUNA INTERNACIONAL
Jeitão de Tilt
Migrando do poker online para os jogos ao vivo

Por Alan Schoonmaker leia mais matérias deste autor


“Claro que eu não vou tiltar”, é o que você provavelmente diria ao atravessar a fronteira que separa o poker online do live. Mas não tenha tanta certeza. As pessoas costumam negar a realidade. E muito. Apesar da evidência de que comer exageradamente ou fumar faz mal demais à saúde, muita gente continua fazendo isso. Você acha que eles (e você) serão mais realistas a respeito de reações emocionais? Fique sabendo que estas são muito mais difíceis de controlar do que as ações conscientes. No poker, então, nem se fala.

Talvez você esteja entre aqueles que acreditam que, levando em conta que o jogo online é muito mais concorrido, será moleza superar adversário nos clubes de poker, e que, uma vez ganhando, não entrará em tilt.

Jogos ao vivo tendem a ser mais tranquilos, é verdade, mas seus resultados dependerão da sua destreza e da sua capacidade de adaptação. Se você for vencedor no online, ou mesmo se ficar no zero a zero ou se for um ligeiro perdedor, é provável que obtenha lucro nas mesas ao vivo: desde que se adapte bem. Do contrário, nada feito. Não importa seu desempenho na internet, sem se adaptar, você vai perder no poker ao vivo.

O poker é um jogo de situações, em que a resposta para a maioria das perguntas é “depende”. Se você não se ajustar bem às variadas condições, perderá. Isso é frustrante, e mais do que isso, “tiltante”. A frustração diante da pressão para se adaptar pode lhe fazer entrar em tilt. E tiltar nada mais é do que “cometer erros que normalmente não cometeria por razões emocionais”.

Jogadores online precisam de ajuda para fazer essa transição para o poker ao vivo. Chris “Fox” Wallace, Adam Stemple e eu estamos dando palestras presenciais e pela internet. Eles discutem ajustes estratégicos, e eu, os psicológicos.

Durante nosso primeiro seminário online, Chris disse que jogadores online entram em tilt com mais frequência e força do que o pessoal do live. Uma vez que jogam muitas mãos, tomam mais bad beats. Já que ninguém está vendo, eles exageram na reação. Podem gritar com o computador, mas não com uma pessoa de verdade. Jogadores live têm menos probabilidade de reagir de forma tão extrema, pois não querem que as outras pessoas as vejam “perder a cabeça”.

Embora estar ao redor de outras pessoas possa reduzir o tilt visível, não impedirá outras formas mais sutis, e alguns erros serão cometidos em silêncio. Se você já reagiu de forma exagerada diante de bad beats e outras frustrações do poker online, está particularmente vulnerável a novas decepções. Fique atento a isso.

Às vezes, o poker pode ser frustrante, mas você está mais acostumado às irritações do online. Ao vivo, tenha cuidado com os seguintes fatores para não entrar em tilt:

Jogos muito mais lentos
Erros de jogadores que não acontecem online
Erros de dealer que não acontecem online
Custos muito mais altos
Impossibilidade de jogar sua modalidade preferida
Barulho e demais distrações
Socialização excessiva
Pressão para controlar sua linguagem corporal
Pressão para ler a linguagem corporal do oponente
Pressão para conseguir informação que lhe era dada online
Limites muito mais altos
Fases muito mais prolongadas
Jogos muito mais loose
Bad beats muito piores

Essas frustrações se somam e aumentam sua vulnerabilidade. Neste primeiro artigo, discutiremos as cinco primeiras.

Jogos muito mais lentos
Você joga de metade a um décimo de mãos por hora em comparação com o online. É chato, e o tédio pode lhe fazer cometer erros. Por exemplo, após dar fold seguidamente durante meia hora, aquele A-10 no UTG pode começar a parecer muito bom. Na internet, você daria mais um fold, mas ao vivo resolve jogar “só desta vez”. Você pode racionalizar que está “mixando seu jogo”, mas na verdade só cansou de dar fold. Jogar com essas cartas pode ser um sinal claro de que você está tiltado. Seu tédio causou um erro.

Erros de jogadores que não acontecem online
Nem o melhor dealer do universo consegue impedir que os jogadores cometam erros frustrantes. Pode acontecer, por exemplo, de o oponente agir fora de hora; parar a ação para pedir uma bebida; socializar, assistir TV ou ignorar o jogo; fazer apostas de tamanho incorreto; ou perguntar quem deu raise ou quanto pode apostar.

Você pode querer castigá-los, e ações deliberadamente punitivas são erros óbvios. Ou você pode simplesmente ficar mais frustrado e vulnerável.

Erros de dealers que não acontecem online
Dealers podem falar demais ou anunciar a ação de forma incorreta. Aqui e ali, eles deixarão virar uma carta, ou a mostrarão antes da hora, o que pode lhe custar um grande pote, fazendo você perder a cabeça.

Custos muito mais altos
O rake, aquela porcentagem retirada de cada pote e que fica para a casa, é muito mais alto. Além disso, há as gorjetas, comida, combustível e outras despesas. Você pode não ter levado esses custos a sério, mas jogadores inteligentes não se esquecem dos gastos extras.

Quanto menores os potes, mais difícil é sair no lucro. De fato, o jogo ao vivo nos seus limites preferidos pode ser impossível de dar lucro no longo prazo. Se você tem jogado várias mesas online simultaneamente, em limites baixos, ganhando pouco por mão, mas fazendo volume e rakeback, sua escolha de jogo e de estratégia precisa mudar para o poker ao vivo. Senão, os gastos extras acabarão com você. Fazer essas mudanças irá aumentar seu nível de stress e vulnerabilidade como um todo.

Impossibilidade de jogar sua modalidade favorita
A maioria dos clubes de poker tem poucos tipos de jogos. Você pode ser forçado a fazer uma escolha desagradável, incluindo não jogar ou entrar em um jogo de que não gosta.

Isso é muito frustrante, principalmente quando você perde. E se você jogar as modalidades erradas perderá com mais frequência. Se for forçado a jogar em limites mais altos do que o normal, perder será extremamente frustrante.

Considerações Finais
A combinação dos cinco fatores que discutimos aqui pode facilmente lhe colocar em tilt, e ainda faltam nove. Agora, o perigo parece maior do que você imaginava, não? Se não se proteger, você corre o sério risco de sair no prejuízo quando for jogar ao vivo.

Na próxima edição, conversaremos sobre outras frustrações e veremos formas de nos protegermos delas.

 

 

 

Leia mais de "Coluna Internacional"

Carne vermelha para um leão faminto - Dusty Schmidt

     << VOLTAR AO ÍNDICE

 ESTA EDIÇÃO
Ano 5
n 54

janeiro2012
(ver capa)

ASSINE JÁ!


ÍNDICE

NESTA EDIÇÃO

ARQUIVO

Participe!